quarta-feira, 13 de maio de 2015

Brasileiros decidem hoje o destino na Libertadores 2015

Noite de decisão para Corinthians, São Paulo, Cruzeiro, Atlético MG e Inter na Libertadores da América  
Três jogos vão roubar a atenção de boa parte do país nesta quarta-feira. Será uma noite de ânimos a flor da pele para corinthianos, sãopaulinos, cruzeirenses, atleticanos e colorados. Seus clubes decidem hoje o futuro na Taça Libertadores da América de 2015. Entre os cinco, apenas o alvinegro paulista enfrenta uma equipe estrangeira. É também o time que tem situação mais delicada na competição. Após uma breve análise das partidas, alguns prognósticos podem ser feitos para a rodada desta noite.

Às 19h45, no Mineirão, o Cruzeiro recebe a equipe do São Paulo precisando da vitória. Após a derrota por 1 a 0 no Morumbi, em que o time da casa largou artilharia pesada para cima do goleiro Fábio, a equipe mineira promete ir pra cima. De olho no resultado, o Cruzeiro entra em campo para vencer e, com casa cheia e apoio de seu torcedor, deve levar a partida, mesmo com o tricolor embalado por três vitórias consecutivas. O São Paulo deve apostar no contra-ataque e joga por uma bola para seguir, por isso, abre espaço para os mineiros jogarem. 2 a 1 para os mineiros e classificação sãopaulina, pelo gol fora de casa, no critério de desempate. 

Já em Porto Alegre, às 22 horas, o Internacional deve conseguir a classificação com um empate por 1 a 1 com o galo mineiro. Mesmo após um jogo com muitas oportunidades em Minas Gerais, terminado em 2 a 2, a partida de hoje à noite, no Beira Rio, promete dois times estudando o adversário e um Inter disposto a não tomar gols. Do lado do Atlético, apesar de um poderoso ataque, liderado pelo argentino Lucas Pratto, vê em sua defesa uma sequência de vacilos que custam-lhe a vitória, como no último jogo contra o Palmeiras pelo Brasileirão. Uma ótima oportunidade para Alex, Valdívia, D'Alessandro e cia.

Também às 22 horas, na Arena Corinthians, o alvinegro recebe o paraguaio Guarani precisando de uma vitória por três gols de diferença para seguir na Libertadores. Depois de uma partida em Assunção, capital do Paraguai, na qual o time vacilou e saiu vencido por 2 a 0, Tite promete uma equipe ofensiva, abusando do poder de armação de Elias, Jadson e Renato Augusto, junto a Malcon e Guerrero no ataque. O Guarani só precisa se preocupar em não levar gols e deve jogar fechado. Com o apoio da torcida e um gramado que faz a bola rolar mais rápido que o Defensores Del Chaco, a equipe corinthiana, que não perde há 32 jogos em Itaquera, tem tudo para reverter o placar e aplicar 4 a 0 sobre o plantel paraguaio.

E você, tem seu palpite???