quinta-feira, 12 de junho de 2014

A Copa é dos Brasileiros


Sei lá, mas, para mim, o ambiente da Copa do Mundo é sensacional. Principalmente porque ela está sendo realizada no Brasil estou muito mais empolgado! Desde 2007, quiçá desde que nasci, estou aguardando a data de hoje. Não que seja em função de a Copa começar no ESTÁDIO do Corinthians (não me venham com porra de Arena). Por mim, poderia começar no Morumbi, no Vivaldão ou, ainda, em Anapolina. Não importa. Pra mim, a realização é ver a Taça do Mundo ser erguida aqui, em terra Brasileira. No país do Futebol!!!

Infelizmente, a Copa é organizada por uma instituição escusa: a Fifa. Mas, não menos escusa é a nossa CBF, responsável por organizar o Campeonato Brasileiro, ou a Conmebol; a organizadora da Libertadores. Pois é, os dirigentes dessas instituições não se importam com o futebol, mas, sim, em encher os cofres e manter-se no poder infinitamente. Diferentemente de mim, de você, de nós. Apaixonados pelo futebol.

Mesmo com esses ratos, que fazem o possível para destruir o futebol, tanto no Brasileirão (lembram-se do Fluminense, por exemplo), quanto
na nojenta Libertadores, ou no Mundial, a Copa do mundo é a Festa das Nações. Podem me dizer que a Copa no Brasil não será um evento para os brasileiro. Sinto informá-los, mas esse é um engano sem tamanho.

A Copa, seja ela disputada em qualquer lugar do mundo, é uma festa dos brasileiros. Lembro-me da conquista de 94. Uma festa surreal para um garoto prestes a comemorar seu quinto aniversário. O tema da festa do meu quinto ano: a conquista do Tetra!!! Para mim, um dos melhores aniversários que tive. Mamãe, Ana Roberta, fez questão de escrever o nome dos jogadores campeões, em letras de isopor, na parede para a decoração da festa. Sem contar no bolo e todos os itens que ainda figuram minha memória.

Ficamos tão mal acostumados, que disputamos mais duas finais consecutivas. Torcer para o Brasil parecia a coisa mais fácil do mundo. A cada Copa, cada vez mais vi ruas e ruas pintadas. Mais camisas da seleção. Mais pessoas contagiadas pelo patriotismo pela "Pátria de Chuteiras". Duvido que a experiência de cada um tenha sido despejada em um mar de lamentações. A realização da Copa aqui é uma recompensa à seleção que mais vezes levantou a Taça.

Hoje o Brasil entra em campo em um jogo que aguardei há muito. Eu não vou ao ESTÁDIO. Vou assistir o jogo em casa, no rua, no bar, no trânsito... Vou acompanhar a disputa pela Taça como sempre fiz, mas com um sentimento especial, por saber que, desta vez, a Copa do Mundo é aqui. Não acho, pelo menos por enquanto, que essa vai ser A Copa das Copas, como afirmou a presidente Dilma Rousseff. Para esse mundial ser o maior de todos, aliás, nossa Seleção precisa vencê-lo. Nesse caso, sim, teremos a Copa das Copas. Não pela organização ou infraestrutura, mas pelo que realmente importa em uma Copa do Mundo: a conquista da Taça.

RUMO AO HEXA, BRASIL!!!